“O ALIENISTA”, OS LOUCOS DIAS DE HOJE E A IGNORÂNCIA OSTENTAÇÃO

Em 1882, com o Hospício de Pedro II em pungente “proposta civilizatória”, Machado de Assis escreve uma pequena novela (para alguns um longo conto) onde faz uma crítica demolidora ao saber psiquiátrico de então, mostrando a relatividade do conceito de loucura. Depois de classificar quase toda a população da pequena Itaguaí como desviante e providenciar […]

O “MENOS MÉDICO” OU O MÉDICO DE FAZ DE CONTA E A TRAMA DE UMA SEGUNDA INTENÇÃO

  As folhas comemoram que as vagas deixadas pelos cubanos do Programa “Mais Médicos” já estão quase todas preenchidas por médicos brasileiros que se candidataram para a substituição dos que saíram. Isso demostraria a pretensa preferência dos governos do PT pelos cubanos em detrimento de nossos médicos disponíveis e com melhor formação, festeja a mídia […]

O AMANHÃ PODERÁ SER ONTEM

Fui atacado nas redes sociais por um enxame de bolsonarianos. Confesso que facilitei a tarefa deles tentando argumentar. Quanto mais argumentava com um deles, vários outros entravam na conversa repetindo o mesmo mantra. E assim eu percebi a propagação ideológica de direita e como ela se espalhou no tecido social, ganhando corações e mentes para […]

OBRIGADO AOS MÉDICOS CUBANOS. DESCULPEM O EGOÍSMO DE MUITOS DE NÓS

Na relação médico por habitante, o Brasil ocupa um 68º lugar, inferior aos vizinhos  Argentina e Uruguai, não muito confortável, com dois agravantes: formação, por muito tempo, voltada à especialidades privadas e não à medicina pública, e, por ser um país continental e desigual, distribuição também desigual. Temos concentração de médicos nas regiões sudeste e […]

“PRISIONEIROS DA PASSAGEM”

Assistindo “Missão 115” de Sílvio Da-rin, que aborda o atentado do Riocentro  de 1981, a discussão sobre a lei de anistia de 1979 tem seu ponto principal para o entendimento do nosso curto período de tentativa de construção democrática. A lei da anistia, reivindicada pela oposição, é proclamada no final do governo militar, dentro do […]

ELES NÃO GOSTAM DE POESIA

A bucólica ilha de Paquetá, frequentada desde Dom João VI pela corte, famosa por ter sido o cenário do romance de Joaquim Manoel de Macedo, “A Moreninha”, publicado ainda no império, hoje é um reduto quase esquecido de pessoas que querem está longe do Rio, estando perto. Nos finais de semana costuma receber um contingente […]