DUAS OU TRÊS COISAS QUE SEI DA TERCEIRIZAÇÃO NA SAÚDE DO RIO DE JANEIRO

Deixe-lhes contar uma história de que fui testemunha ocular partícipe. Quando iniciamos o Programa de Moradias Assistidas no Rio de Janeiro, o nosso modelo de Residências Terapêuticas proposta na Reforma Psiquiátrica brasileira, contamos com a ajuda do Instituto Franco Basaglia (IFB) para atingir os objetivos propostos. Primeiro é preciso dizer que o Instituto IFB foi […]

HISTÓRIAS DESOBEDIENTES

  ‘Somos filhas biológicas desses genocidas, mas repudiamos o que nossos pais fizeram’, diz Paula, cujo pai trabalhava para a polícia secreta argentina. Passou quase desapercebida uma notícia que nos chegou da Argentina sobre filhos que se descobriram de pais torturadores durante a ditadura militar. São tristes histórias torturantes de dramas familiares inimagináveis em Pindorama. […]

OS MISERÁVEIS MODERNOS

 “A história é sempre a mesma. Essas pobres criaturas, carecendo de apoio, de guia, de abrigo, ficam ao léu, quem sabe até, indo cada uma para seu lado, mergulhando na fria bruma que absorve tantos destinos solitários, mornas trevas onde, na sombria marcha do gênero humano desaparecem sucessivamente tantas cabeças desafortunadas.” (Victor Hugo em Os […]

A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL É BURRA

Há dias fui comunicado pelo FaceBook que eu estava suspenso, por uma semana, de fazer postagens na minha página. Tal penalidade aconteceu por eu ter “violado regras da comunidade”. Mesmo sem postar, fiquei com acesso ao Face para ver todas as páginas que quisesse, inclusive a minha. Só estava impedido de postagens, tanto no Face […]

ANTES QUE SEJA TARDE

“Solteira de paradigmas, a esquerda é uma donzela perplexa que, terminada a festa, não consegue encontrar o caminho de casa.” (Frei Beto) O diabo saiu da garrafa no voto do Deputado Jair Bolsonaro para o impeachment de Dilma. O louvor a um torturador famoso, que tinha prazer em colocar ratos na vagina de suas vítimas […]

A INCRÍVEL LOJA DE CHOCOLATE E O BAR DO SEU ALFREDO (ou, chocolate amargo no natal de panetones milicianos)    

Conheci seu Alfredo num bar perto do meu trabalho. Ralou por tempos até conseguir se aposentar pelo velho INSS. Daí dizia que ia usufruir sua aposentadoria “fiscalizando a natureza”. Tempos depois achei seu Alfredo num barzinho perto da casa em que eu morava. Não parecia o meu conhecido anterior. Mal humorado, parecia servir por obrigação, […]

TRABALHO ALIENADO E PRÁTICA EM SAÚDE MENTAL EM TEMPOS DE PRECARIADO. OS “DOENTES DE BRASIL”

Desde Marx, sobre o conceito de alienação, o trabalho alienado “não é uma potência e a confirmação de si, mas um sacrifício e mortificação” do trabalhador. O velho já apontava aí para os efeitos do trabalho no sistema capitalista para a saúde mental dos trabalhadores. Robert Castel, ao analisar a alienação do trabalho no capitalismo […]

MARIELLE E O MISTÉRIO DA CASA 58

A apressada apresentação de três procuradoras do MP-RJ para inocentar o presidente da República de ter atendido um telefonema no condomínio onde mora, e a afirmação categórica de que uma perícia prova que o porteiro e seu testemunho no caso são mentirosos, deveriam ser consideradas – no mínimo – suspeitas por uma imprensa isenta. Não […]

UMA FOTO INCÔMODA

Como disse uma amiga, “essa foto me dá um mal estar que nem sei definir”. Também me senti mal, acho que assim, incomodado. Como em banco escolares, Davi Miranda e Frota sorriem para um passarinho do celular de Marcelo Freixo. O moleque que tirou a foto parece tirar um sarro de dois outros moleques pegos […]

A DISTOPIA EM BACURAU E GOTHAM CITY

Dois filmes fazem sucesso de crítica e público. O brasileiro Bacurau (Kleber Mendonça e Juliano Dorneles, 2019) e o americano Coringa (Todd Phillips, 2019). Interessante momento do cinema num mundo em que a vitória do neoliberalismo e a retirada de direitos trabalhistas e sociais antecipam um futuro de desigualdade acentuada. E não mais na inevitabilidade […]

A REFORMA PSIQUIÁTRICA E A PÓS-VERDADE

  Na pós-verdade os fatos não importam, mas a informação recorre a crenças e emoções das massas, resultando em opiniões facilmente manipuláveis. Muito mais eficiente que a simples repetição de uma mentira para transformá-la em verdade (usada no nazismo clássico). Nos tempos de fake news a pós-verdade cai como uma luva aos manipuladores de opinião. […]