PROCRASTINAÇÃO POLÍTICA

Procrastinação acontece com quem escreve. Vez por outra o adiamento de um texto pode acontecer na escassez com que as ideias podem ser concatenadas ou porque você acha que está cedo para escrever seu texto. Mas essa procrastinação nesse intervalo de agora juro que me veio na forma com que a conjuntura política foi me deixando sem forças para reagir. A normalização que a mídia vem dando aos acontecimentos, logo ela que deveria inferir com mais veemência a pasmaceira de nossas instituições, me fizeram ter a impressão da impossibilidade de nadar contra a maré. Mas como não posso deixar me afogar sem lutar, reajo agora, mesmo que tardiamente.

Vejamos nesses dois meses que fiquei paralisado algumas manchetes dadas, insisto, não como denúncia ou escândalo, mas como se fosse normal acontecer isso desde sempre:

CRIANÇAS YANOMAMI SÃO SUGADAS POR MAQUINÁRIO DE GARIMPEIROS (no corpo da matéria revela-se placidamente que os garimpos são ilegais)

RONNIE LESSA RECEBE DEPÓSITO DE 100 MIL EM DINHEIRO SETE MESES DEPOIS DA MORTE DE MARIELLE E ANDERSON (nem uma linha sobre o poder que tem o sistema bancário de identificar uma transação dessas)

MEMBROS DO MINISTÉRIO ESTÃO DEMISSIONÁRIOS PELA PROPOSTA DE ROMPER O TETO DE GASTOS (o povo passando fome, o desemprego, o negacionismo, a devastação da Amazônia, tudo bem, mas tente derrubar o cruel teto de gastos…)

VAZA ÁUDIO DO BANQUEIRO ANDRE ESTEVES (nenhum comentário de que a mão invisível do mercado tem dono e é quem manda de fato no país)

TESTEMUNHA DA CPI DA COVID EMBARCA PARA EUROPA SOB PROTEÇÃO (o único resultado de uma CPI que parou o país: o denunciante foi embora com medo e um médico que denunciou a Prevent Senior se diz perseguido e com receio de andar nas ruas de São Paulo. Nada teve consequências sobre os denunciados)

UNIÃO DEIXA FORA DO SUS NOVOS MEDICAMENTOS CONTRA A COVID (e ainda insiste no kit covid, apesar da CPI)

O GLOBAL DRUG POCICY INDEX COLOCA O BRASIL NO ÚLTIMO LUGAR DO RANKING DE 30 PAÍSES ANALISADOS, ATRÁS DE UGANDA E AFEGANISTÃO (nós que tínhamos avançado muito nessa pauta há algum tempo)

MILITARES TREINAM SOB A VIGILÂNCIA DE TRAFICANTES NO RIO (normal não seria o contrário?)

FLÁVIO BOLSONARO PODE INDICAR UM JUIZ QUE IRÁ JULGÁ-LO (sem comentários)

BOLSONARO NOMEARÁ 75 DESEMBARGADORES (aparelhamento escancarado do Judiciário)

VEREADOR NO RIO INVADE UPA ARMADO NA HORA DO DESCANSO DOS MÉDICOS (o miliciano eleito vereador já tinha invadido o Hospital Pinel e nada aconteceu)

UM COMENTARISTA DA JOVEM PAN PROPÕE MATAR JUDEUS PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (e não sai preso da emissora)

B3 INAUGURA OBRA INSPIRADA NO TOURO DE WALL STREET (nem sequer foi ironizado o “inspirado” e a vaca foi pro brejo sem grande repercussão na mídia oficial)

DEPUTADO BOLSONARISTA RELEVA O PREÇO DA ELEIÇÃO DE LIRA: 10 MILHÕES POR PARLAMENTAR (notícia fornecida por um rato, a mídia não investiga)

LULA DÁ ENTREVISTA EM BRUXELAS, É CAPA DO LE MONDE E DO EL PAÍS NO SEU GIRO NA EUROPA (a mídia aqui silenciou enquanto pode ao mesmo tempo em que preparava uma terceira via extraída da costela da extrema direita)

GOVERNO BOLSONARO AJUDA OLAVO DE CARVALHO A FUGIR DO PAÍS EM AVIÃO DA FAB (algum escândalo aqui? Não. Silêncio obsequioso, apesar do absurdo do acontecimento)

SARA WINTER, ANTIGA ALIADA DO BOLSONARISMO, DENUNCIA A UMA REVISTA QUE O GENERAL HELENO ORIENTOU O ATAQUE DOS 300 AO STF (apesar da denúncia bomba, nada alterou o humor das instituições e da mídia. O que mais faltaria acontecer para tirá-los desse marasmo?)

PEDEM QUE BOLSONARO COPIE HITLER NA EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS E BOLSONARO DIZ QUE GOSTARIA, MAS NÃO DÁ (algum jornal ou tv denunciou essa declaração absurda e autoritária de Bolsonaro? Nada)

………….

Mas numa entrevista dada ao vivo na Espanha se tirou do contexto uma fala de Lula como se ele apoiasse incondicionalmente Daniel Ortega. Lula pode até ter sido infeliz na sentença pinçada, mas era só deixar o cara falar mais um pouco para entender o que dizia de improviso. Não se deram ao trabalho, a intenção era outra! Pronto, a mídia foi à loucura com articulistas, editoriais denunciando o autoritarismo desse pré-candidato a presidência em 22, enquanto foi orquestrada uma campanha para catapultar o Juiz Ladrão à condição de terceira via entre dois extremos. Raro foi o articulista que denunciou a fraude que essa candidatura apresentava[1]. Apenas um Bolsonaro com bons modos e mau português. Tentaram fazer o Marreco parar de grasnar sem sucesso e esqueceram que Moro era apenas uma costela de Bolsonaro, ou seja, a tal terceira via era um atalho mais palatável da extrema direita que deixou o país como terra arrasada, com muita dificuldade de reparo.

Já cansado da devastação da Amazônia, do apoio descarado do governo a madeireiros e garimpeiros ilegais, do abandono e genocídio do gentio, da invasão das universidades e cerceamento aos professores, do aparelhamento da educação por militares, de um congresso tão indigente como nunca vimos na história desse país, com o judiciário rosnando – vez por outra – , mas sem assumir seu papel moderador, com atos verdadeiramente criminosos na condução da pandemia pelo governo e cuja CPI que paralisou o país não ofereceu qualquer consequência, com o SUS sucateado (só não conseguiram matar sua capacidade de imunização que amenizou os efeitos da pandemia), o desemprego, a fome, a inflação, com uma oposição nas cordas sem oferecer grandes alternativas a não ser o retorno de Lula como tábua de salvação, e tudo isso sendo tratado como inevitável e normal por uma mídia atrelada aos desejos de uma elite perversa, fiquei paralisado há dois meses. Não tinha vontade de escrever, coisa que preencheu minha aposentadoria. Senti como se não tivesse mais nada a dizer. Como se uma depressão tivesse me atingido, coisa não tão rara na velhice.

Mas descubro que foi apenas uma procrastinação política. A política as vezes nos leva às situações que parecem sem saída. É preciso que nos agrupemos em nossa bolha, que tentemos romper a película de bolhas próximas, que sejamos pacientes com os arrependidos de causarem essa situação. Eles não sabiam o que faziam. Apenas foram despertados nos seus “instintos mais primitivos”, moldados por uma nação escravocrata de preconceitos que estavam amordaçados.

Era preciso sarjar o tumor, lancetar o pus da nossa formação cruel para enfrentarmos essa elite “estrangeira” que tenta moer seu povo e destruir seu país para lucrar.

É preciso que voltemos no tempo, espero que corrigindo os muitos erros, para retomar nosso destino. Que seja com a volta de Lula, se não se ergueu nada de novo na nossa política que foi destruída como nociva. Esqueçamos os percalços da conciliação de classes e tentemos de novo, com Lula – que seja – recomeçar. É preciso passar por cima deste erro e do erro engendrado por esse.  


[1] Para ser justo, destaco as colunas de Cristina Serra e Álvaro Costa e Silva na Folha, que não sei quanto tempo terão o espaço para discordar do jornalão.

2 comentários em “PROCRASTINAÇÃO POLÍTICA

  1. Concordo, meu caro amigo. Infelizmente também estou tomada por esta «  paralisia » . Acho que não há mais o que fazer. A pandemia certamente joga um papel muito grande nesta desesperança porque discutir só através das telas não é um bom exercício… Mas você tem razão, de fato não podemos nos dar ao « luxo » do silêncio neste momento…

    Curtir

  2. Concordo, meu caro amigo. Infelizmente também estou tomada por esta «  paralisia » .sentindo que não há mais o que fazer. A pandemia certamente joga um papel muito grande nesta desesperança porque discutir através das telas e apenas através delas se torna um exercício muito difícil , de desobediência às leis da própria arte de pensar … mas você tem absoluta razão ! Temos sempre que resistir …

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s