APESAR DO PASSADO E DO GOLPE ATUAL, MAURICIO DE SOUSA ALISTA A TURMA DA MÔNICA NAS FORÇAS ARMADAS POR 340 MIL

monica

Patética a foto de Mauricio de Sousa entregando ao governo golpista um almanaque de cem páginas onde a turma da Mônica louva as Forças Armadas Brasileiras. Os personagens que povoaram a infância de muito de nós sentaram praça recebendo um alto soldo do governo golpista.

Logo agora em que os militares se assanharam para apoiar o golpe e talvez exigir um pouco mais do poder. Temos uma tradição da cúpula de nossos militares não serem nacionalistas, mas entreguistas, aliados dos americanos, predadores de nossas riquezas.

Começaram com militares da reserva desancando a esquerda, sem censura pela cúpula da ativa, mas com apoio irrestrito, deixando de saia justa o ministro civil da defesa. Depois passaram a frequentar as galerias do judiciário e do parlamento para exigir, numa prontidão acintosa, a condenação de lideranças esquerdistas e aprovação de medidas entreguistas de nossas riquezas, como a privatização de empresas públicas e aplicação de política restritiva à classe trabalhadora.

Logo agora, que um documento da CIA revelou que os presidentes militares da ditadura ordenaram a morte de dissidentes do regime de exceção.

Não fizemos como chilenos e argentinos que cobraram os crimes de guerra cometidos pelos militares e convivemos com oficiais revanchistas, assumindo altos postos de comando, que negam os crimes cometidos e defendem abertamente as torturas praticadas nos porões daqueles anos de chumbo.

Não só os militares têm saudades, mas a parte fascista da sociedade que saiu do armário pede a volta da ditadura. Temos uma parte da sociedade doente do fascismo e militares que defendem abertamente os crimes que cometeram no passado. Não é uma força de defesa nacionalista, da qual deveríamos ter orgulho. Com certeza temos grandes patriotas em suas fileiras, mas que não foram alçados aos postos de comando, num mais incrível erro dos petistas, enquanto estiveram no poder. Sobre sua proteção cresceram os revanchistas em defesa das atrocidades cometidas no passado.

Na votação do injusto impedimento da presidente, um agora candidato à presidência votou a favor louvando a memória do torturador dessa mesma presidente. E quem correu risco de cassação foi o oposicionista que cuspiu na cara de quem deveria ser cassado por exaltação pública a um notório torturador assassino. Queriam maior quebra de decoro parlamentar?

Por tudo isso é com tristeza que assistimos o alistamento militar da Turma da Mônica. Mauricio de Sousa aceitou o soldo pago a seus personagens sem se importar que muito dos leitores de suas histórias no passado foram torturados na ditadura militar. Se a Mônica tivesse sofrido o que Dilma sofreu, ou em seu respeito, não aceitaria esse enredo que manchará sua história no imaginário de muito de nós.

________________________

desenho: Dino Alves

 

Um comentário em “APESAR DO PASSADO E DO GOLPE ATUAL, MAURICIO DE SOUSA ALISTA A TURMA DA MÔNICA NAS FORÇAS ARMADAS POR 340 MIL

  1. Marcha soldado/cabeça de papel/se não marchar direito/vai SER TORTURADO NO QUARTELl! Não nos esqueçamos que o Mauricio de Souza foi um dos queridinhos da Ditadura Civil-Militar de 64…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s