“O PROCESSO” REVELA A ANATOMIA DO GOLPE

O processo

Fui assistir ontem “O Processo” de Maria Augusta Ramos. Um documento precioso da história recente do país. Mesmo eu, que acompanhei todo processo de impedimento da presidenta Dilma pela TV, fiquei surpreso com o absurdo que foi o golpe em nome de uma normalidade democrática que não houve. O mérito do filme está em aproximar a temporalidade da gestação do processo em seus nove longos meses em duas horas e alguns minutos. O filme teve que se arrastar além da duração convencional de um longa-metragem para retratar com fidelidade aqueles nove meses em que foi gestado um golpe parlamentar e jurídico como uma tentativa kafkiana de normalidade institucional. O filme disseca a farsa magistralmente escancarando o descaramento golpista sem qualquer sustentação em argumentos reais. O processo de impedimento é uma peça de ficção. O documentário mostra o absurdo do real.

O filme tem início quando Eduardo Cunha por mero capricho pessoal de uma vingança ao PT, aceita a denúncia oferecida por Hélio Bicudo (que nem aparece no filme) e os advogados Miguel Reale Júnior e Janaina Pascoal.

Essa senhora tem o papel em destaque de uma advogada tragicômica, despreparada, ligada ao conservadorismo evangélico e subornada por quarenta e cinco moedas pelo PSDB, para servir de pretexto a um processo absurdo, com argumentos estapafúrdios sem qualquer encadeamento lógico das ideias. Ela tem papel preponderante no enredo kafkiano em que Dilma é transformada em ré sem ter cometido algum deslize que justificasse qualquer medida punitiva, mesmo que fosse uma simples censura.

O adversário de Janaína no processo é Eduardo Cardozo que tenta com rara maestria desmontar convincentemente a farsa, que segue célere – independente de qualquer racionalidade trazida à razão. É impagável a cara de bunda do senador Anastasia, quando tem seu relatório desmontado elegantemente por um Cardozo tranquilo. Mesmo assim o relatório é aprovado na comissão e levado ao plenário por imensa maioria de senadores, menos os cinco votos do PT.

Os bastidores da bancada petista é acompanhada na fita e fica claro que eles reconhecem que com um congresso daqueles, mesmo que barrassem o impeachment, Dilma não teria condições de governabilidade. Destaque para as atuações de Lindbergh, Gleise, Vanessa e Fátima Bezerra. Cardozo é o mocinho que morre no final e Janaína a vilã que perde perdão a Dilma por tê-la vendido por quarenta e cinco moedas, mas tinha que fazê-lo pelo ódio que tem aos vermelhos. E leva o troféu de melhor atriz.

Dilma sai do cinema para entrar na história como uma vítima injustiçada de um golpe descarado. O processo do impedimento tem um enredo digno de um romance de Kafka para dar uma aparência de que vivemos numa democracia. Claro que tivemos um golpe! O filme desautoriza os que querem acreditar na farsa.

Enfim, mais uma vez o cinema se presta como documento histórico para ser visto pelos que querem entender o momento em que vivemos. Justa a comoção que despertou na Europa. Vale muito ser visto pelos brasileiros.

3 comentários em ““O PROCESSO” REVELA A ANATOMIA DO GOLPE

  1. mas quem deu o golpe no voto na câmara e no senado foi o pmdb…

    que tinha maioria no congresso…

    velho aliado do psdb,no segundo governo fhc, já que no primeiro fhc não fez acordo com o pmdb…

    depois o mesmo pmdb se tornou aliado de primeira hora do pt..ah, foi o contrário, o pt

    se que aliou com o pmdb…

    o pt chama de direita fhc e o psdb, mas se alia a maluf e a kassab…!!!!!

    e eu é que sou de direita…

    aqui, na sexta, paes landim, raposa velha, declarou que janaína marques, de luzilândia,

    será a vice na chapa de WD..

    mas como se ciro nogueira, que votou contra a dilma e a favor da lei trabalhista,

    é aliado de WD, disse que a vaga de vice é e será do pp, na pessoa de margareth coelho, mulher de marcelo coelho, da vetusta oligarquia piauiense…?

    por outro, o pmdb, afirmou que a vaga de vice será do pmdb..

    meu deus, como uma só pica vai entrar no mesmo cu ao mesmo tempo..?

    no piauí pode…

    WD pediu intervenção do diretório nacional do pt no diretório estadual do pt…

    será que WD vai trair a senadora regina sousa, para apoiar alguém do pp ou do pmdb..?

    quer dizer, “o campo da direita”, pelo o que o amigo pode ver, em rápidas pinceladas,

    que fica difícil vislumbrar dizer quem é quem nesse jogo sujo da política…

    abraços

    chico

    ________________________________

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s