A MENTIRA FAZ PARTE DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O desgoverno Temer faz uma propaganda eficiente para angariar simpatia à sua reforma da previdência. A eficiência aposta na estimulação da inveja contra a busca de direitos, típica de uma sociedade conservadora. A propaganda estimula o individualismo contra a solidariedade, presente na pregação da teoria da prosperidade neopentecostal. Atinge, em cheio, a classe média conservadora e os desamparados que buscam a salvação na outra vida, já que foram alijados da salvação aqui na terra.

O ataque aos “privilégios” dos servidores públicos defende o desmantelamento de direitos de servidores concursados para que fiquem iguais aos que estão na base do sistema celetista e que, com a reforma trabalhista, todos fiquem desamparados, fomentando uma inveja doentia.

O sorriso da senhorinha – já perto de se aposentar – ao saber de que a reforma não a atinge, coloca a propaganda do governo estimulando o individualismo que não se importa com o que irá acontecer a seus descendentes.

E, na alimentação da inveja e individualismo, não há tempo para a percepção de que a propaganda é mentirosa. E é mentirosa e cínica. Já houve manifestações ao judiciário para tirá-la do ar. Claro que, tendo um judiciário que apoia o golpe, são manifestações inúteis.

Para quem não sabe ainda repito uma história que repõe a verdade frente a um cinismo mentiroso e descarado desse desgoverno e congresso golpistas. Sou aposentado servidor do Ministério da Saúde em final de carreira (não há possibilidade de aumento salarial) com uma aposentadoria semelhante ao teto da previdência celetista. Aposentei-me em dois vínculos, o que poderia ter acontecido também se eu fosse celetista. Tenho certeza que a maioria dos servidores do executivo federal, estadual e municipal, alguns estão iguais e muitos ganham menos do que ganho em apenas um vínculo. Cadê os privilégios propalados? Há categorias com melhores condições por uma luta de efetivar planos de carreiras, como a Polícia Federal, por exemplo. Mas são muito poucos em relação à massa dos servidores. A propaganda mente.

Servidores ou contratados com privilégios estão no judiciário e no legislativo, onde a reforma não os alcança. Isso a propaganda não fala. Os que fazem a reforma não são atingidos por ela. Isso é um absurdo. Fazem uma reforma cortando o estado onde não são atingidos e preparam a perda de direitos dos trabalhares que prestam serviços ao capital.

É um estado extremamente caro (favor conferir a folha do legislativo e judiciário) para massacrar os direitos de servidores do executivo e dos celetistas. E tenta destruir a solidariedade que deveria unir trabalhadores, servidores do estado para os direitos da população e celetistas – com uma mínima proteção que vem dos tempos de Getúlio.

Ontem, um concurso para médicos e professores numa cidade do sul prometia pagar de R$ 1.750 (médico generalista e professor) a R$ 3.600 (para médicos especialistas), enquanto o Ministério Público do mesmo estado prometia salários de R$ 22.200,00 para promotores públicos. Teremos médicos e professores violentados em anos de preparo, com consequente depreciação da educação e saúde, enquanto o judiciário cria uma realidade irreal para julgar o real do qual não faz parte. Alguma coisa está fora de ordem.

A reforma trabalhista acabou com direitos de servidores públicos e celetistas, que agora podem ser contratados de forma terceirizada ou por trabalho intermitente, o que essa geração sentirá na pele muito cedo. A reforma da previdência vai criar uma quantidade de velhos abandonados à própria sorte.

Não há futuro para as gerações atuais e vindouras. Ou elas se organizam para lutar pelos direitos retirados ou teremos um caminhão desgovernado vez em quando, tentando no desespero atropelar os podres poderes dessa nação.

_________________________

desenho: Izânio para o oitomeia

 

 

2 comentários em “A MENTIRA FAZ PARTE DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

  1. Mon cher,

    O que me dá medo é este congresso, todo comprado. Sabem que apoiando o golpista

    perderão as eleições. Lixam-se. Já ganharam uma boa grana. O povo, como dizia Chico

    Anísio com o seu deputado Justo Veríssimo, “que se exploda, eu quero é me locupletar”.

    Outro medo meu: a renovação do congresso. Será tão reacionária e vendida como atual?

    nacif elias

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s