OS MILITARES USARAM UM CAVALO DE TROIA PARA VOLTAR AO GOVERNO

Creio que o fenômeno Bolsonaro simulou ter um projeto de direita assustador quando conquistou a eleição de forma avassaladora na reta final. Tendo ficado demonstrado depois possuir uma extensa rede de notícias fantasiosas competente – concebida à semelhança do fenômeno que elegeu Trump – parecia um projeto articulado para exercer o poder. O fenômeno eleitoral […]

A(CERCA) DO ELETROCHOQUE

Não é atoa que a reabilitação do manicômio vem junto com a reintegração do eletrochoque[1] no discurso conservador. Em nada surpreende. Manicômio e eletrochoque têm uma história comum na maior perversão em nome da uma pseudociência e falsa terapia, que resultaram em reclusão, exclusão, desumanização, tortura, paixão e morte de muitos pacientes que tiveram seu […]

ROMPIMENTO EXPLÍCITO DA NOVA POLÍTICA DE SAÚDE MENTAL COM A REFORMA PSIQUIÁTRICA

  “O Ministério da Saúde não considera mais Serviços como sendo substitutos de outros, não fomentando mais fechamento de unidades de qualquer natureza. A Rede deve ser harmônica e complementar.  Assim, não há mais porque se falar em ‘rede substitutiva’, já que nenhum Serviço substitui outro.” (Nota Técnica do Ministério da Saúde sobre “Nova Política de Saúde Mental”)   […]

UMA CRÔNICA TRISTE PRA MINAS

Eu, que tenho uma paixão pelo mar de Minas, no céu de suas montanhas, descubro agora que andava em terreno minado de barragens de rejeitos minerais próximas a explodirem. Depois de Mariana, Brumadinho muito maior na proporção da catástrofe. Só agora se divulga que Congonhas, Ouro Preto, Sabará, Itabirito, entre outros sítios aguardam explosões de […]

O MINISTRO DA EDUCAÇÃO ESCANCARA O PROJETO DA ELITE DO DINHEIRO: A RALÉ VOLTA PRA SENZALA

“A ideia de universidade para todos não existe (…) As universidades devem ficar reservadas para uma elite intelectual.” Ricardo Valez Rodrigues (Ministro da Educação)  A maior ameaça que a elite do dinheiro sofreu foi com a entrada de representantes das classes trabalhadoras e da “ralé”[1] das periferias na Universidade. Isso poderia romper um pacto estabelecido […]

O HOMEM CORDIAL PERDEU AS ELEIÇÕES

Parece que a realidade comprovou o atrevimento certeiro de Jessé Souza em desmanchar o “homem cordial” de Sérgio Buarque e a identidade nacional calcada nos portugueses de Casa Grande & Senzala. Jessé coloca no lugar desses conceitos nosso caráter escravagista, nunca discutido, mas que identifica melhor o brasileiro que é desnudado no radicalismo dessas recentes […]